25 julho 2013

Pente de Madeira para Reduzir o Frizz do Cabelo

Lembro quando era pequena que minha mãe só usava pentes de madeira de dentes largos para pentear meu cabelo ondulado. Passado os anos perdi o costume de usá-los e aderi às escovas normais. Mas nessa fase que estou agora, de total cuidado capilar, comecei a pesquisar porque eles são bons mesmo e voltar a usar. E essa é uma das maiores dicas de beleza que alguém pode te dar! 
Acredito que a principal vantagem dos pentes de madeira é a capacidade de não formar eletricidade estática ao pentear. Já que a madeira, devido suas características moleculares, não produz eletrostática ao entrar em atrito com os fios. Quando o cabelo fica carregado com energia estática ele atrai partículas de poluição do ar, o que dificulta a livre transpiração e a evaporação dos fluidos naturais dos fios, o que faz ficar com aspecto de empastado e sujo. Quando os fios estão eletricamente neutros este livra-se facilmente das partículas poluidoras e a respiração capilar fica mais livre. Ponto para o pente de madeira!!!

Eu comprei o modelo da Ricca em um hipermercado mesmo (é super fácil de encontrar em mercados, farmácias...) e paguei em torno de 4-5 reais. Já faz um mês que voltei a usar pentes de madeira depois de uns 15 anos e estou amando. Sinto os fios mais selados e no lugar, o penteado fica direitinho e praticamente sem nenhum fio frizz 'voando'.
O mais legal ainda é que com o passar do tempo o seu pente de madeira vai se tornando algo muito pessoal, porque a madeira vai absorvendo lentamente seus fluidos capilares naturais e ficando cada vez mais gostoso de usar. Quando o pente absorve essas minúsculas quantidades de líquido/óleo, ao pentear, já vai se impermeabilizando também. Realmente um pente para chamar de seu!
Podem ser molhados e lavados a vontade, só lembre de deixar secar em local ventilado de preferência dos dois lados para que não criem fungos. O meu eu deixo dentro de um 'copo'(que uso para colocar escovas e afins) em pé.